Make your own free website on Tripod.com
COMPORTAMENTO ANIMAL  no 4 - agosto/98 -
DERMATITES PSICOGÊNICAS

Sempre existe alguém que sabe de histórias sobre “pets” que se auto-agridem, às vezes roendo as unhas, comendo os pelos das patas e caudas e coçando-se até ferir- se. Pode ser um gatinho, ou um cão, mesmo um hamster e até pássaros (mais comumente os pscitacídeos, como os periquitos e os agapornes).
 
    Na maioria das vêzes são atitudes neuróticas, por estress, solicitação excessiva, ou por ficarem sós durante grande parte do dia. Também situações novas, como novos membros na família, humanos ou animais, mudanças radicais de atitudes, excesso de repreensões. Enfim, compartilham conosco nossos cansaços, nossos desgastes, e extravasam através de crises de urticária, fome ou auto-agressão (alguns inclusive, fazem isto de maneira tão ostensiva como se quisessem  “implicar” mesmo, pois só acontece quando o proprietário chega).
 
    Não se pode esquecer que há outras causas para as dermatites que surgem nos animaizinhos de estimação,como ácaros, insetos, fungos, carências proteicas, vitamínicas e de oligoelementos, transtornos hormonais como hipotiroidismo, hiperadrenocorticismo, cistos ovarianos.
 
    O ideal, na dúvida se o problema é físico ou psíquico,  é levar o amigo (peludo ou de penas) ao veterinário, para uma orientação adequada !
 
    Muita PAZ A TODOS e até a Próxima !


WebDesign  e
Diagramação®
by
Marcos Dias